O que é Scrapbook?

A ideia é criar uma espécie de “colagem” de memórias e lembranças que, quando reunidas em um scrapbook, criam uma narrativa visual da vida do dono do álbum. As pessoas podem criar scrapbooks tanto para marcar eventos importantes, como casamentos, nascimentos, aniversários, viagens e outras ocasiões especiais quanto para fins artísticos. Eu, por exemplo, tenho…

Avatar de Soho | Premium Papelaria

A ideia é criar uma espécie de “colagem” de memórias e lembranças que, quando reunidas em um scrapbook, criam uma narrativa visual da vida do dono do álbum. As pessoas podem criar scrapbooks tanto para marcar eventos importantes, como casamentos, nascimentos, aniversários, viagens e outras ocasiões especiais quanto para fins artísticos. Eu, por exemplo, tenho um scrapbook de viagem (que aliás é meu xodó!) e também tenho alguns scrapbooks em que faço colagens artísticas sem tema definido, vai do mood do dia mesmo!

Scrapbook é um álbum ou livro de recortes que as pessoas usam para preservar e exibir recordações de suas vidas. Ele pode conter uma variedade de materiais, como fotografias, bilhetes, ingressos, cartões postais, recortes de jornais, revistas e outros itens pessoais significativos.

De modo geral, os scrapbooks podem ser decorados com elementos como adesivos, carimbos, recortes de papel decorativo e outras coisas que ajudam a dar um toque pessoal e criativo ao álbum. Eles podem ser uma forma divertida e emocionante de documentar a vida e criar algo único e pessoal para se manter como lembrança.

Exemplos de scrapbooks

Scrapbook Artístico:

Exemplo de um scrapbook artístico.

Scrapbook de viagens:

Exemplo de um scrapbook de viagens

A história do Scrapbook

O scrapbook é uma técnica de preservação de memórias e recordações que tem suas raízes no final do século XIX. Naquela época, o scrapbook era um livro em branco em que as pessoas colavam recortes de jornais, cartões postais e outros objetos de interesse pessoal.

Durante a Era Vitoriana, a prática do scrapbooking se tornou muito popular entre as classes média e alta da sociedade. As mulheres da época usavam o scrapbook para registrar seus pensamentos, desejos, ideias e experiências. Esses álbuns também eram usados para criar uma narrativa visual da vida cotidiana.

Com o passar do tempo, o scrapbook evoluiu para incluir fotografias, convites, bilhetes, cartões de visita e outras lembranças. Na década de 1920, as lojas começaram a vender álbuns de scrapbook em massa, o que tornou o hobby acessível a um público maior. A foto a seguir é um scrapbook vintage do século XVIII em que uma trança é fixada a página (fonte: Wikipedia.com).

Imagem de um scrapbook antigo (para remeter à história dos scrapbooks)

Na década de 1980, o scrapbooking começou a evoluir ainda mais, com o surgimento de técnicas de estampagem, cortes, carimbos e outros acessórios para personalizar ainda mais os álbuns.

Atualmente, o scrapbooking continua a ser um hobby popular em todo o mundo, com milhões de pessoas criando álbuns para preservar suas memórias e compartilhar suas histórias. Além disso, o scrapbooking também é usado em projetos educacionais e empresariais, como um meio de comunicação visual e criativa.

Estilos de Scrapbooking

Confira os principais estilos e algumas técnicas de scrapbook. Adianto que são várias e mencionarei as mais utilizadas.

Fontes Relevantes sobre Scrapbook

Uma das primeiras referências conhecidas ao scrapbook é encontrada em um artigo publicado no The Ladies’ Home Journal em 1884, intitulado “The Scrapbook: Its Use and Abuse”. O artigo discute os usos populares do scrapbook na época, bem como algumas preocupações comuns, como a necessidade de usar materiais de qualidade para garantir que as páginas não se desintegrem com o tempo.

Outra fonte importante é o livro “Scrapbooking: A Complete Guide to the Techniques and Materials”, de Diane Gruenwald, publicado em 1996. Este livro oferece uma visão abrangente sobre as técnicas de scrapbooking, incluindo dicas sobre como selecionar e organizar materiais, além de instruções passo a passo para criar diferentes tipos de páginas de scrapbook.

Outro livro que pode ser útil para entender a história do scrapbook é “The Scrapbook in American Life”, de Susan Tucker, publicado em 2006. Este livro traça a história do scrapbook nos Estados Unidos, desde suas origens humildes como um passatempo doméstico até seu status como um fenômeno cultural de massa.

Em resumo, a história do scrapbook é uma história rica e fascinante, e há muitos recursos disponíveis para aqueles interessados em aprender mais sobre a evolução deste passatempo popular ao longo dos anos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *